• Stéfano Squerline

ALIMENTAÇÃO DO CÃO

É tão importante alimentar bem quanto treinar bem. A alimentação do cão deve ser

cercada de prioridades lógicas e práticas.

A perspectiva de prazo deve influenciar muito mais que preço. O que fornecemos em termos de alimento vai influenciar na despesa e na qualidade de vida do meu cão após os nove anos, com certeza.

Em termos de manutenção, um cão com alimentação adequada, produz muito mais com o mínimo de investimento, uma vez que, após um período de adaptação, o cão já consolidou suas reservas de energia de forma satisfatória, resultando em uma performance de alto nível com o mínimo de desgaste.

A reposição de energia se dá de forma mais rápida, mais uniforme, com maior absorção. Podemos entender que estará sujando menos, com menor perda de nutrientes, melhor higienização, etc.

A orientação de nossos amigos veterinários sobre o assunto sempre direciona a rações de alto valor energético, de boa absorção.

Sendo específicas para cada raça, cada faixa etária, cada biótipo. Para o treinamento, seja em modalidades desportivas (agility, IGP e Mondioring), seja pra ter em casa, um cão bem alimentado (não é um cão gordo), é um cão mais disposto ao aprendizado e ao trabalho.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo